Tatuadores se unem contra o câncer de pele

08 maio 2014
tattoo cancer skin

A Ogilvy Brasil, segunda maior agência de publicidade do Brasil, criou uma nova ação com o objetivo de conscientizar as pessoas da importância do diagnóstico precoce para o sucesso no tratamento do câncer, entre eles o de pele. E para entrar nesse projeto, a empresa convocou tatuadores de alguns dos principais estúdios do Brasil para ajudarem na campanha que ganhou o nome de “Tatuadores Contra o Câncer de Pele”, criada com o apoio da marca carioca de protetor solar Sol de Janeiro, que tem foco no público jovem.

Segundo o INCA (Instituto Nacional de Câncer), o câncer de pele é o tipo mais comum e representa mais da metade dos diagnósticos de câncer. De acordo com o Instituto , em 2014 devem ser diagnosticados cerca de 190 mil novos casos de câncer de pele no país, entre melanoma e não melanoma.

A ideia de ter os tatuadores como porta-vozes da campanha surgiu pela constatação de que a maioria das pessoas não vai ao dermatologista, e como hoje os jovens são a maioria dos tatuados, os tatuadores são os que estão mais próximos das peles das pessoas. Assim, eles podem identificar nos seus clientes um possível sinal de câncer de pele.

Mais de 450 tatuadores já assistiram a palestras ministrada pelo cirurgião oncologista João Duprat Neto. O médico também é diretor do Núcleo de Câncer de Pele e Dermatologia do A.C.Camargo Cancer Center, que deu toda a consultoria técnica para o projeto. Trata-se de um centro de referência mundial em prevenção, tratamento, ensino e pesquisa do câncer.

“Nosso objetivo foi mostrar aos tatuadores alguns elementos básicos que podem ajudá-los a interpretar lesões na pele de seus clientes. Orientamos a seguir os critérios da chamada regra do ABCD, ou seja, Assimetria, Bordas Irregulares, Coloração (várias cores ou tons) e Diâmetro (maior de 5 milímetros e aumento ou diminuição do tamanho)”, diz o especialista.

Para a tatuadora Flávia Lima, do estúdio Cia da Tattoo, do Rio de Janeiro, a campanha é boa tanto para os clientes quanto para os tatuadores. “Achei a iniciativa sensacional. Na palestra aprendemos sobre as imperfeições da pele e a evitar tatuar certos lugares onde seriam mais provaveis desenvolver melanoma. Sem dúvidas interferiu muito no meu trabalho e dos colegas tatuadores que lá estavam. Seguimos passando a mensagem em prol da saúde da pele, nosso instrumento de trabalho”, disse Flávia.

Como qualquer doença, quanto mais cedo for diagnosticado o câncer, maiores as chances de cura, e dessa vez, os tatuadores é que poderão ajudar a salvar muitas vidas.

Veja o vídeo do lançamento do projeto: https://www.youtube.com/watch?v=jeT3ekZzPpo&feature=youtu.be

« Voltar

Uma resposta até agora

  1. @FLAVIATATTOO disse:

    OLHA EU SENTADA ALI NO MEIO! =D FOI MUITO LEGAL PARTICIPAR! <3 E VOCE DIVULGAR ESSA CAUSA TB!

Deixe um Comentário