Tatuadores de Anápolis fazem flash day para ajudar jovem com doença rara

19 mar 2018
ju

Um grupo com os melhores tatuadores de Anápolis se reuniram ontem para uma causa nobre. Eles organizaram um flash day no último final de semana para ajudar a custear o tratamento de Juliana Dias, de 31 anos, que sofre de uma síndrome rara, a síndrome de Kearns-Sayre. Além disso, foram vendidos os Drinks da Ju, criados exclusivamente para apoiar a causa. As tattoos e as bebidas tiveram toda a renda revertida para o tratamento da jovem.

Juliana Dias luta para ter um diagnóstico há nove anos, quando começou a sentir os sintomas da doença. Desde pequena, ela sofreu com dores e indisposições até que no dia da sua formatura de Ciências Biológicas, foi submetida a uma pulsão, mas os diagnósticos nunca foram conclusivos. Ju, como gosta de ser chamada, já teve quatro diagnósticos de diferentes doenças degenerativas, até chegar finalmente ao diagnóstico atual, feito pelo Centro de Reabilitação e Readaptação Dr Henrique Santillo (CRER), em Goiânia.

Participaram do evento os tatuadores Robert Teylor, Letícia Santos, Paulo Rodriguez, Luiz Fernando, Wesley Silva, Rogemur, Leonardo Almeida, Rodrigo Nagon, Yanomani Ami, Mauro Czar, Bruno Henrique, a body piercer Geovanna Lagni e a Dj Danni Ro.

Porém, para ter um diagnóstico preciso e descobrir alternativas de tratamento, ela terá de ir aos Estados Unidos para ser atendida por um grupo de médicos pesquisadores. Sem condições financeiras para arcar com os custos da viagem e dos exames, que se aproximam dos R$100 mil, a jovem e a família dela criaram uma Vakinha on-line, para tentar arrecadar o valor necessário. A meta de arrecadação é de R$80 mil e até agora foram doados R$1.260.

Mais informações sobre as doações e a história de Juliana estão na página do Instagram Go Power Ju.

Notícia com informações do Portal 6

« Voltar

Deixe um Comentário